Informações
Últimas notícias
08-02-2023

ÍNDICE DA

Bom

QUALIDADE

DO AR

Estações
Espalhafatos
Bom
Ribeira Grande
Bom
São Gonçalo
Muito Bom
Angra do Heroísmo
Bom

Níveis elevados de partículas em suspensão provenientes dos desertos do Norte de África

02-02-2022 12:47

As estações de monitorização de qualidade do ar da Região começaram a registar, desde a noite de 31 de janeiro, valores elevados de partículas em suspensão.

As previsões do programa CAMS (Copernicus Atmospheric Monitoring Services) apontam para um transporte de partículas para a região dos Açores com origem no deserto do Saara, entre 31 de janeiro e dia 02 de fevereiro atravessando progressivamente todas as ilhas do Arquipélago, com mais intensidade nos Grupos Oriental e Central.

De acordo com o IPMA: “Este evento deve-se à presença de movimentos verticais ascendentes sobre a região do deserto do Saara que transportam estas partículas para níveis mais elevados da troposfera, bem como a uma circulação favorável à superfície, devido a uma corrente de leste associada à circulação de um anticiclone centrado a norte/nordeste do Arquipélago. 

As duas estações de monitorização de qualidade do ar instaladas na ilha de S. Miguel apresentam, desde a noite do dia de 31 de janeiro, valores elevados de partículas em suspensão, tendo em alguns casos atingido valores na ordem dos 67 µg/m3 de PM10.  

A estação de monitorização de qualidade do ar da Ilha do Faial começou por registar valores na ordem dos 53 µg/m3 de PM10, sendo o valor mais elevado na ordem dos 79 µg/m3 na manhã de hoje. Embora este fenómeno seja natural, afeta a qualidade do ar ambiente dos Açores.

Apesar das previsões, o fenómeno prolongou-se até ao dia de hoje, 4 de fevereiro. 

A Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, através da Direção Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, está a acompanhar esta situação, divulgando ao público a informação da qualidade do ar e os valores medidos nas estações de monitorização através do Portal da Monitorização da Qualidade do Ar que pode ser acedido aqui

Recomenda-se, aquando da ocorrência destes fenómenos provocados por partículas/poeiras de origem natural e enquanto os mesmos se mantiverem, o seguimento dos conselhos da Direção-Geral de Saúde: 

- A população em geral deve evitar os esforços prolongados, limitar a atividade física ao ar livre e a exposição a fatores de risco, tais como o fumo do tabaco e o contacto com produtos irritantes; 

- Os seguintes grupos de cidadãos, pela sua maior vulnerabilidade aos efeitos deste fenómeno, para além de cumprirem as recomendações para a população em geral, devem, se possível, permanecer no interior dos edifícios com as janelas fechadas: 

- Crianças; 

- Idosos; 

- Doentes com problemas respiratórios crónicos, principalmente asma; 

- Doentes do foro cardiovascular;

- Os doentes crónicos devem manter os tratamentos médicos em curso; 

- Em caso de agravamento de sintomas contactar a Linha de Saúde Açores (808 24 60 24) ou procurar uma unidade de saúde. 


DACAA
Voltar atrás